Reflorestamento pode reduzir impacto das mudanças climáticas

Quase 2 bilhões de hectares já foram identificados como ideais para programas de restauração, diz informe; uso sustentável de recursos florestais pode contribuir significativamente para os temas principais da Rio +20.

Camilo Malheiros Freire, da Rádio ONU em Nova York. *

A restauração de florestas pode ajudar com a redução de carbono na atmosfera, reduzindo assim o impacto das mudanças climáticas. A afirmação está contida em relatório lançado nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro, pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.

Quase 2 bilhões de hectares já foram identificados pela agência como ideais para programas de restauração.

O informe, intitulado “Situação das Florestas do Mundo 2012″, diz também que um uso melhor e mais sustentável dos recursos florestais pode contribuir significativamente na transição global para uma economia verde.

A especialista do Fórum sobre Florestas das Nações Unidas, Bárbara Távora-Jainchill, falou da Tanzânia à Radio ONU, e afirmou que as florestas devem ser vistas como fontes de bens sustentáveis.

Sustentabilidade

“É muito importante, nesse momento da Rio +20, de lembrar como as florestas podem contribuir para esse desenvolvimento sustentável. Nós já passamos da fase de achar que apenas cortando madeira pode-se ganhar dinheiro da floresta, absolutamente não. A floresta é fonte de renda mantida do jeito que ela está, sendo usada de uma forma responsável, ambientalmente, economicamente e socialmente responsáveis.

Segundo a FAO, as florestas são uma fonte de sustento direta para mais de 1 bilhão de pessoas, e estão ligadas aos temas principais da Conferência Rio +20. Dentre eles, a redução da fome e da pobreza, a redução dos impactos das mudanças climáticas, e o uso sustentável da madeira como energia.

O relatório da agência ressaltou também exemplos bem sucedidos de manejo florestal no Brasil, e sublinhou também sua importância no combate às mudanças climáticas e à desertificação.

Energia

A agência ressaltou ainda que o manejo florestal, além de gerar emprego e revitalizar a vida de milhões em áreas rurais, pode também ser fonte de energia sustentável.

A madeira, quando coletada por iniciativas controladas e juntamente ao reflorestamento, pode gerar energia limpa se queimada com tecnologia apropriada, segundo o informe.

*Apresentação: Leda Letra.

Fonte: http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/2012/06/reflorestamento-pode-reduzir-impacto-das-mudancas-climaticas-diz-onu/