Flora Tietê, inicia produção de “Amor Agarradinho”

“Sem flores não há néctar; sem néctar não há mel; sem mel não há abelha, e sem as abelhas não haverá polinização em um número infinito de árvores tão importantes para nossa vida.”

Ultimamente, muitos apicultores têm procurado os viveiros da Flora Tietê, em busca de informações e mudas da flora apícola. Preocupados com a falta dessas plantas, a equipe Flora Tietê iniciou a produção de mudas, tanto por estaquia, como por sementes, do Amor Agarradinho, uma das mais importantes plantas na produção de flores ricas em néctar e pólen.


Sobre a Flora Apícola

A flora apícola é o que se pode chamar de pastagem das abelhas. É das flores que as abelhas recolhem o néctar e o pólen, que vão alimentar a colônia. Normalmente, essas plantas são classificadas como nectaríferas ou poliníferas,

mas as boas produtoras de própolis também podem ser incluídas. Outras plantas que devem integrar a flora apícola são aquelas que não se enquadram propriamente em nenhum desses tipos, mas são hospedeiras habituais de insetos que produzem um pseudonéctar (melato) que é colhido pelas abelhas e transformado em mel.
Conseqüentemente, boas fontes de pólen e néctar contribuem para aumentar a produção do apiário. Por isso, sempre que possível, o apicultor deve planificar a formação do pasto apícola antes mesmo da instalação do apiário. Há plantas que produzem flores com elevada concentração de néctar, outras que produzem bastante pólen e outras ainda que fornecem igualmente pólen e néctar. Infelizmente, não existe o chamado pasto apícola ideal.

Foto: MauOscar

  • Fernando

    Estou procurando semente de amor agarradinho para comprar. vcs tem?

  • Fernando

    [email protected] – Estou procurando semente de amor agarradinho para comprar. vcs tem?0