Flora Tietê comemora rigor na Lei “Uma criança, uma árvore”

Lei municipal ganha apoio e novas mudas são distribuídas em Penápolis

 A FLORA TIETE comemora a retomada da Lei Municipal “Uma criança, uma árvore”. Desde 2007, quando a lei foi criada, a FLORA é a parceira que fornece as mudas de árvore para os pais das crianças recém-nascidas. A ONG já doou mais de 1.500 mudas para o projeto.

A Lei Municipal nº 1462/07, “Uma criança, uma árvore”, tem ganhado apoio da comunidade de Penápolis. Em 2012, sociedade e prefeitura se comprometeram a trabalhar juntas para que a entrega de mudas de árvores aos pais das crianças recém-nascidas seja cumprida com rigor.

A FLORA TIETE se coloca à disposição da imprensa para esclarecer os detalhes do funcionamento da lei e comentar a importância de seu cumprimento.

 Relembre a Lei

A Lei institui no Município de Penapolis o projeto “UMA CRIANÇA UMA ÁRVORE”, que consiste em doar aos pais da criança recém-nascida uma muda de árvore, para ser plantada em sua residência ou em outro lugar, observadas as regras próprias de urbanismo e legislação vigente.

Na cidade de Penápolis, quando a criança nasce, a maternidade preenche um cartão contendo o nome, o nome da mãe, endereço e data do nascimento. A família tem até 30 dias para retirar a muda na Flora Tiete, onde também recebe algumas recomendações de como plantar e cuidar da muda.

A nossa ‘Flora’

A Flora Tietê atua em todo o Estado de São Paulo e conta com dois viveiros de mudas, localizados nos municípios de Penápolis e São José do Rio Preto. Já foram plantadas mais de 31 milhões de mudas viáveis – mudas que se transformaram em árvores de 130 espécies diferentes, todas nativas do Brasil – o que garantiu um dos recordes da organização. Entre as espécies produzidas, muitas estão em risco de extinção, como por exemplo: Pau-brasil, Mogno, Cedro-rosa, Jequitibá-rosa e Jequitibá-branco. As mudas de espécies nativas produzidas são utilizadas na recuperação de matas ciliares, na manutenção de fragmentos florestais e em projetos de repovoamento de áreas degradadas. Em conjunto, os dois viveiros de mudas são capazes de produzir quatro milhões de mudas por ano, o que torna a FLORA TIETÊ um dos maiores viveiros particulares do Estado de São Paulo.

Além de tudo isso, a FLORA TIETÊ fundou há 9 anos o Parque de Educação Ambiental – PARBI, que visa educar através de um parque temático situado em sua sede na cidade de Penápolis-SP. Com visitas escolares, de associações e do público em geral, busca a conscientização ambiental de crianças e adultos na formação de sua cidadania, com o objetivo de garantir uma melhor qualidade de vida para a população. O PARBI já recebeu, desde sua fundação, mais de 35.000 crianças cadastradas em livros de visitas, de escolas públicas e privadas da cidade e região.