Estudo da FAO Constata que Eucalipto não é Vilão Ambiental

Segundo Marc Dourojeami em artigo para o site Mudas de Eucalipto, o eucalipto (Eucalyptus) não é apenas uma espécie, e sim, cerca de 800 espécies. Todas são originárias da Austrália, algumas extensamente cultivadas no mundo hoje, especialmente na América Latina, quando foram introduzidos no século XIX.

Para Alexandre Mansur, o Brasil virou o país do eucalipto. Plantamos esta espécie para celulose com uma produtividade única no mundo. Desenvolvemos variedades que crescem mais rápido, adaptadas ao nosso clima.

Apesar de tudo isso, alguns ambientalistas acham que o eucalipto é um dos piores inimigos da natureza. Em um estudo realizado pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação), nenhum dos especialistas consultados recriminou a planta, apenas discutiram quais são as condições ecológicas mais adequadas para seu cultivo.

Também foi constatado pela FAO que o eucalipto é uma planta com boa capacidade de superar condições extremas do meio, não sendo recomendado em áreas propensas à erosão dos solos ou largos períodos de déficit hídrico, por exemplo. Estudos recentes demonstram que a monocultura do eucalipto que respeita o Código Florestal pode manter grande parte da biodiversidade original, diz Dourojeami.

Por ser o eucalipto uma das florestas mais produtivas e rentáveis do país que Haroldo Nogueira de Paiva e outros elaboraram o “Livro Cultivo de Eucalipto Implantação e Manejo” publicado pela AFE – Aprenda Fácil Editora. Segundo eles, a obra ajuda o produtor abordando as operações necessárias para a implantação da cultura do Eucalipto, a manutenção da propriedade e ainda trás os principais pontos da legislação brasileira relacionados à cultura.

Fonte: Portal do Reflorestamento
Imagem: Projeto Eucalipto implantado pela Flora Tietê